Na província de Khyber Pakhtunkwa, nas profundezas das montanhas do norte do Paquistão em um remoto e vasto vale velado de neve chamado Bishigram falava-se Badeshi. Para além do vale de Bishigram, falava-se Badeshi também por pequenos grupos em Pooran Chakesar, Swat e nos vales de Tirat, conhecidos na região como Alais. Fala-se atualmente que…

Ler mais

Esta publicação apresenta a primeira documentação do Nzadi, língua Banto falada pelos pescadores do Rio Kasai na República Democrática do Congo (DRC). O número de falantes de Nzadi não é conhecido, mas é estimado em poucos milhares. Nzadi tem três dialetos, Ngiemba, Lensibum e Ndzé Ntaa. Produto de extensivo estudo pelos autores e participantes em…

Ler mais

Harsneren (em armênio “língua da noiva”) é uma linguagem de sinais criada pelas mulheres no interior do país para se comunicarem sobre determinados temas e darem conta da regra de silêncio imposta às mulheres casadas. Exploro aqui como essa língua foi desenvolvida, em que momentos é utilizada e o que esses sinais representam. Em viagens…

Ler mais