Sobre a doce tristeza dos encontros turcos e animações soviéticas Por Aysegul Savas*   Quando eu tinha oito anos de idade e meu irmão nove, nos mudamos de Ankara para Londres, onde aguardávamos a vinda do nosso pai, que na época ainda trabalhava em Copenhague. Ambos com 33 anos e sem renda fixa, nossos pais…

Ler mais